sexta-feira, 28 de abril de 2017

Tony E Susan

Há vinte e cinco anos, Susan Morrow deixou Edward Sheffield, seu primeiro marido. Certo dia, em sua nova casa, no subúrbio, onde mora com o segundo marido e os três filhos, ela recebe, pelo correio, um embrulho que contém o manuscrito do primeiro romance de Edward. Ele lhe pede que leia seu livro: Susan sempre foi sua melhor crítica, justifica.
Ao iniciar a leitura, Susan é arrastada para dentro da vida do personagem Tony Hastings, um professor de matemática que leva a família de carro para a casa de veraneio no Maine. Quando a vida comum e civilizada dos Hastings é desviada de seu curso de forma violenta e desastrosa, Susan se vê às voltas com seu passado, obrigada a encarar a própria escuridão e a dar um nome para o medo que corrói seu futuro e que vai mudar sua vida.
Publicada pela primeira vez em 1993, esta obra de Austin Wright teve nova edição, dezessete anos depois de seu lançamento, por se tratar, segundo seus editores americanos, da "mais impressionante obra de arte da ficção americana desde Revolutionary Road, de Richard Yeats", publicado no Brasil como Foi apenas um sonho.

E monte aqui sua estante virtual

0 comentários:

Postar um comentário